BOLSAS SOCIAIS EPIS 2019

Todas as escolas, entidades sociais e alunos de Portugal se podem candidatar

BOLSAS SOCIAIS EPIS 2019

23 de julho de 2019

Em 2019, o programa de Bolsas Sociais EPIS representa um investimento global de 100.050 €, que compara com 99.600€ em 2018. O programa conta, em 2019, com 23 entidades investidoras: Águas do Vale do Tejo, Avipronto, Banco Santander, Boehringer Ingelheim, Caima, Cires, Cofaco Açores, Deloitte, Fertagus, Fresenius Kabi, Fundação AGEAS – Agir com coração, Fundação Altice, Fundação Amélia de Mello, Fundação Galp, Fundação Monjardino, Grupo Pestana, Grupo Trivalor, Lactogal, OMNOVA, Servier, Soroptimist International Clube Lisboa Caravela, VHumana e Zurich.

A 9.ª edição das Bolsas Sociais EPIS continua a representar um importante crescimento do programa:

- Nova categoria para promoção da inclusão profissional e/ou ocupacional de jovens com necessidades de educação especial através dos Planos Individuais de Transição (PIT);

- Nova categoria para apoio a estágios profissionais ou ocupacionais de jovens adultos com necessidades de educação especial;

- Nova categoria para apoio de projetos desenvolvidos por alunos sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas;

- 23 investidores sociais;

- 23 categorias de atribuição;

- 67 alunos a premiar;

- Mais investimento social no valor de 100.050€.

 

As candidaturas ao programa Bolsas Sociais EPIS 2019 devem ser submetidas até ao final do dia 23 de setembro de 2019, diretamente no link: https://goo.gl/forms/jWVFi63YrF6osapy1.

 

Categorias das Bolsas Sociais EPIS 2019:

· Boas práticas organizativas de promoção da inclusão social de jovens carenciados

CATEGORIA 1. Deloitte, Vhumana e Servier. Boas práticas organizativas de promoção da inclusão social de jovens carenciados e/ou em abandono escolar através da Educação, Formação e Inserção Profissional, em escolas e/ou outras organizações do Continente, Açores e Madeira, com ensino secundário ou com cursos profissionais de nível de qualificação equivalente.

 

· Boas práticas organizativas de promoção da inserção profissional e/ou ocupacional de jovens com necessidades de educação especial

CATEGORIA 2. JOVENS ESPECIAIS BANCO SANTANDER. Boas práticas de escolas na promoção da inserção profissional e/ou ocupacional de jovens com necessidades de educação especial através dos Planos Individuais de Transição (PIT).

CATEGORIA 3. JOVENS ESPECIAIS FUNDAÇÃO AMÉLIA DE MELLO. Apoio a jovens adultos com necessidades especiais a frequentar programas/estágios de inserção profissional ou ocupacional em empresas ou outras instituições.

 

· Mérito académico no 9.º ano de escolaridade

CATEGORIA 4. AMIGOS EPIS. Mérito de projetos desenvolvidos por alunos do 9.º ano de escolaridade em escolas de todo o país, no ano letivo 2018/2019, com foco no tema dos 17 objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas.

CATEGORIA 5. Fundação Amélia de Mello. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade em escolas de todo o país.

CATEGORIA 6. Águas de Lisboa e Vale do Tejo. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade dos concelhos de Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Góis, Pampilhosa da Serra, Pedrogão Grande e Sertã.

CATEGORIA 7. Fresenius Kabi. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade do concelho de Tondela.

CATEGORIA 8. Boehringer Ingelheim. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade imigrantes do concelho de Amadora.

CATEGORIA 9. Cires. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade do concelho de Estarreja.

CATEGORIA 10. Cofaco Açores. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade de Rabo de Peixe, Açores.

CATEGORIA 11. Fertagus. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade dos concelhos de Almada, Seixal e Setúbal.

CATEGORIA 12. Avipronto. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade do concelho de Azambuja.

CATEGORIA 13. Omnova. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade do concelho de Sintra.

CATEGORIA 14. Lactogal. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade do concelho de Oliveira de Azeméis.

CATEGORIA 15. Fundação Altice. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade nos cursos profissionais na área das telecomunicações em escolas do Alentejo.

CATEGORIA 16. Fundação AGEAS. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade dos concelhos de Amadora e de Gondomar.

CATEGORIA 17. Fundação Galp. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade dos concelhos de Matosinhos e Sines.

CATEGORIA 18. Fundação Monjardino. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade dos concelhos de Loures e Odivelas.

CATEGORIA 19. Grupo Trivalor. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade do concelho de Oeiras.

CATEGORIA 20. Zurich. Mérito académico de alunos do 9.º ano de escolaridade do Agrupamento de Escolas Dr. Azevedo Neves do concelho de Amadora.

 

· Mérito académico no 12.º ano de escolaridade

CATEGORIA 21. Grupo Pestana. Mérito académico de alunos do 12.º ano de escolaridade que ingressem em cursos pós-secundário (CET’s ou cursos de ensino superior).

CATEGORIA 22. CAIMA. Mérito académico de alunos, do concelho de Constância, que tenham terminado o 12.º ano no Agrupamento de Escolas de Constância.

CATEGORIA 23. Soroptimist International Clube Lisboa Caravela. Mérito académico de alunas do 12.º ano de escolaridade que ingressem no ensino superior.

Bom trabalho!