CAMPANHA DE DOAÇÃO DE COMPUTADORES A ALUNOS EPIS EM RISCO DE EXCLUSÃO DIGITAL

Para empresas, empresários e particulares

CAMPANHA DE DOAÇÃO DE COMPUTADORES A ALUNOS EPIS EM RISCO DE EXCLUSÃO DIGITAL

07 de abril de 2020

Ao longo dos próximos três meses, o desafio das comunidades educativas em todo o país será enorme. Com mais ou menos tecnologia, a maioria dos alunos ultrapassará esta fase sem consequências. Mas há uma franja, de 10% ou 20%, mais vulnerável, que poderá atrasar-se ainda mais no pelotão da aprendizagem, desde logo porque a sua família se encontra em situação de exclusão digital. Prestar atenção a este grupo de alunos vulneráveis é um dos maiores desafios das escolas, autarquias e comunidades educativas de todo o país, mas também de organizações como a EPIS.

A partir de 14 de abril, vamos manter a operacionalidade dos nossos programas de promoção do sucesso escolar, com 11.298 alunos do 1.º ciclo ao secundário em 2019/20, apostando no acompanhamento por via remota dos alunos autorizados pelos seus encarregados de educação, utilizando os canais que sejam mais práticos em cada situação.

Nas últimas três semanas, em que nos preparámos para este esforço, percebemos já que muitos dos alunos EPIS não têm um espaço de trabalho recatado em casa, onde não há internet, nem dispõem de um computador para uso nas atividades de aprendizagem à distância que vão ser disponibilizadas a partir de 14 de abril, incluindo o acompanhamento pelos mediadores da EPIS.

Assim, consciente da sua missão fundacional, em complemento com o trabalho em curso, a EPIS decidiu lançar uma campanha de doação de computadores e de acessos à internet, para que empresas e empresários tenham a oportunidade de participar, nos próximos dias, num esforço conjunto de promoção da inclusão digital dos nossos alunos mais vulneráveis.

O foco inicial deste esforço será os alunos EPIS do 2.º e 3.º ciclo e ensino secundário em risco de exclusão digital – a identificar a partir de uma base de 4.379 jovens em acompanhamento.

Com o conhecimento de proximidade dos mediadores e a informação da nossa plataforma informática, temos capacidade de identificar e caracterizar bem a carência económica e a vulnerabilidade em termos de inclusão digital da família de cada aluno EPIS, de modo a selecionar com rigor as situações que mais necessitem de apoio e não o tenham obtido por outra via, num esforço que será coordenado com as iniciativas do Ministério da Educação.

Numa estimativa preliminar, em linha com as especificações definidas para estes ciclos de escolaridade, por cada aluno beneficiário, será possível entregar um computador portátil pronto-a-usar por um valor da ordem dos 300€ e, apenas quando necessário, pacotes de dados para uso médio-intensivo em dois meses no valor de cerca de 70€, resultando um máximo por aluno de cerca de 370€.

Com o apoio de empresas e empresários, estaremos em condições de garantir a inclusão digital de muitos jovens em Portugal neste 3.º período do ano letivo.

Solicitamos aos interessados em participar nesta campanha a resposta para Diogo Simões Pereira (dsp@epis.pt).

 

Leonor Beleza, Presidente da Direção da Associação EPIS

Diogo Simões Pereira, Diretor-geral da Associação EPIS